Português

CONFERÊNCIA INTERNACIONAL BIO-PLATEAUX

ÁGUA E BIODIVERSIDADE AQUÁTICA NAS BACIAS DOS RIOS MARONI E OIAPOQUE

25 & 27 de novembro de 2019 / Caiena (Guiana Francesa)

Logo BIO-PLATEAUX

Apresentação da conferência

O projeto BIO-PLATEAUX tem como objetivo iniciar uma reflexão sobre as questões de desenvolvimento e compartilhamento de conhecimentos relacionados à gestão da água nas bacias transfronteiriças do Oiapoque e do Maroni.

Essas duas bacias estão enfrentando semelhantes problemas de manejo, incluindo usos, acesso, conservação ambiental, impactos e transporte de contaminação, morfologia, gerenciamento de riscos e mudanças climáticas. Os rios Oiapoque e Maroni representam fronteiras, mas também são ambos um lugar de vida e um meio de circulação de mercadorias. Facilitam o movimento de pessoas entre diferentes comunidades, incluindo o acesso de turistas. No entanto, ainda temos muito que fazer para estabelecer verdadeiras ferramentas de gestão compartilhada de recursos hídricos, em particular para abordar riscos climáticos e problemas de saúde desses territórios. Isso desafios de gestão precisam antes de todo um bom conhecimento do território e dos recursos hídricos. Nesse sentido o projeto quer favorecer uma melhora do compartilhamento das informações existentes em cada bacia (Suriname e Guiana francesa no Maroni; Estado do Amapa e Guiana francesa no Oiapoque).

Neste contexto, uma conferência internacional será organizada em novembro de 2019 (26 e 27) em Cayenne. A conferência terá como objetivo abordar, com os parceiros da Guiana Francesa, Brasil e Suriname, as questões transfronteiriças de água e biodiversidade relacionadas a ambientes aquáticos, base do diálogo para uma gestão compartilhada da informação sobre recursos hídricos. A conferência usará informações disponíveis e desafios futuros para o monitoramento de recursos hídricos, incluindo os meios tecnológicos mais avançados (como a hidrologia espacial). O evento proporá ferramentas técnicas para o compartilhamento de informações e conhecimentos, bem como a formação de partes interessadas, questão-chave para uma futura gestão concertada dos corpos hídricos.

Organização

O projeto BIO-PLATEAUX é liderado pelo “Office International de l’Eau” (OIEau) e o Escritório de Água da Guiana (OEG), em parceria com a Universidade Anton de Kom do Suriname (AdeKUS) e a Agência Amapá. Financiado pelo PCIA com a coordenação da “Collectivité Territoriale de Guyane” (CTG), o projeto é também apoiado pela Direção do Ambiente, Planeamento e Habitação da Guiana (DEAL), e o Centro Nacional de Estudos Espaciais (CNES). Foi certificado pelos Ministérios do Meio Ambiente e do Ultramar franceses como parte do Plano Nacional da Biodiversidade (Ação nº 62).

Participantes

A Conferência Internacional reunirá três tipos de público:


Logo UE

O projeto BIO-PLATEAUX é co-financiado pela União Europeia através do PCIA

As informações compartilhadas neste website são de responsabilidade exclusiva do líder do projeto e não refletem necessariamente a posição da União Europeia